sábado, 20 de agosto de 2011

connection


living in one world full of words , the men forgets the feelings , lost the capacity to distinguish the feelings into the words and phrases ....The real connection exist ? i don't know anymore ....

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Duvidas


Duvidas todos nós temos
Não as teriamos se pudéssemos
viver varias vidas em
uma só .

Mas como isso não nos é permitido
Vamos andando pela vida
duvidando
Questionando cada passo
Cada vontade , se devemos
Deixar-nos pelas fantasias ,
Ou torna-las a nossa realidade .
O medo faz nos fracos
Faz nos duvidar .
E a duvida não e mais
do que uma cobardia disfarçada

O Vazio


Quando vejo meu reflexo
Não me reconheço.
Pois parte de mim já se foi.
Apenas resta a sombra do que fui
Mas ainda me resta
a esperança , a esperança
de que entre os espaços de minha
alma me volte a encontrar
e abraçar-me outra vez .

quarta-feira, 10 de agosto de 2011



Como te podes sentir infeliz
pobre mortal ?
quando tens tudo aquilo de que precisas .
Olha a tua volta , e vê que tudo aquilo que desprezas,
Para muitos outros seria a felicidade , seria a sua salvação.
A dor que sentes , nada se compara ao seu sofrer ...filhos a morrer sem nada para comer .





terça-feira, 9 de agosto de 2011


Abraços
Abraços são como laços
que nos envolvem e
no fazem sentir bem
Abre os teus braços
e enche-me de abraços
E neles me aconchega bem
Faz me sentir protegida
Nesta vida tão fria
onde vagueamos aos mil
neste mundo vil
que não tem piedade
E cruel a sua verdade
Onde as cegas deambulamos
vagueamos como barcos no mar
De longe nos procuramos
Onde de perto nos podemos encontrar
olha para mim
Abre os teus braços e
enche-me de abraços
E ficaremos juntos
ate que chegue nosso fim ...






Nesta vida somos apenas marionetas da nossa própria historia embora quem nos comande é seja a nossa mente ,não tem entrevalos de cena , não tem o recuperar erros por isso sorri mesmo que te apeteça chorar , pois o pano pode não voltar a subir .
Isilda

Marionete

Nesta vida somos apenas marionetas da nossa própria historia embora quem nos comande é seja a nossa mente ,não tem entrevalos de cena , não tem o recuperar erros por isso sorri mesmo que te apeteça chorar , pois o pano pode não voltar a subir .
Isilda

Seguidores

Arquivo do blog